O que se pode ou não comer!

Como todos os doentes de crohn há comidas que posso e outras que não posso comer, há ainda aquelas que não devo, ou seja, não sendo proibitivas têm efeitos adversos se forem ingeridas em periodos menos bons. É bastante difícil perceber o que faz bem e o que faz mal porque durante um dia a pessoa come muitas coisas e os efeitos não se costumam manifestar imediatamente, mas sim um ou dois dias depois.

Este é um assunto importante, e como já disse em posts anteriores, eu uso o blog tanto para partilhar a minha vivência com a doença como uso também como se de um diário se tratasse, deixo aqui todas as informações que sei mais tarde serem facilmente acedidas. É por esse motivo que vou criar mais uma página no blog com o que posso ou não comer, aqui.

A lista actualizada pode ser vista aqui.

About these ads

18 thoughts on “O que se pode ou não comer!

  1. Olá sou a Fátima. Mais uma para engrossar a lista de Crohn. Li os comentários mas não me revejo neles. O meu médico me diz que já tenho esta doença a mais de 20 anos. Seja no meu caso, faço diarreia a mais de 20 anos e o único sintoma que tenho, na realidade estes últimos anos vou a casa de banho 2 e 3 vezes de manha, seja; vou a primeira vez e passados 10 a 15 minutos tenho de lá voltar.
    A doença foi-me detectada por mero acaso, numa eco pélvica, o medico achou o meu intestino estranho e disse-me para consultar o meu medico.
    Fiz a primeira colonoscopia por estranho que pareça o medico disse que não tinha nada, mas pelas analises a minha medica viu que alguma coisa estava mal, voltei a fazer outra colonoscopia já no hospital com biopsia e lá estava já com 13 cm de intestino inflamado.
    Agora vou começar a medicação, sem restrições alimentares, sou fumadora, aí o medico me disse que tenho de parar de fumar, assim como tenho anemia, também me apareceram umas manchas na pele já há uns anos mas nem liguei, há uns meses fui a dermatologia que me disse ser psoríase ligeira, não tem cura mas sem grandes problemas.
    Quando agora estou a pesquisar na net e todos estes sintomas também estão ligados.
    Deixo aqui o meu caso, e mais um pelas muitas variantes de sintomas desta doença.
    Beijinhos a todos
    As melhoras
    Fátima

  2. Olá meu esposo foi diagnosticado com a crohn ha um mês, pois mesmo com toda a nossa medicina avançada o diagnostico demorou 6 meses, período em que ele perdeu 16 kg. O conjunto dos “problemas” desta doença, ou seja, emagrecimento, falta de apetite e dores, o deixaram depressivo. Sinceramente estou perdida e não sei que fazer. Gostaria de uma dica de vitaminas, exercícios, enfim, algo que traga bem estar, e amenize a sintomática da doença.

    • Para se reduzir a maior parte dos sintomas da doença há 3 coisas a fazer:

      Alimentar convenientemente.
      Tomar a medicação a horas.
      E evitar o stress!

      Da lista a única coisa complicada é a alimentação que depende muito de pessoa para pessoa. Quanto ao exercício físico de que fala, ele não cura a doença e não há qualquer ligação mas pode fazer exercício moderado que só faz bem (como faz a qualquer outra pessoa). Isto é, não se deve ficar parado em casa porque se está cansado, convém mexermo-nos um pouco.

      As melhoras
      Zé Miguel

  3. ola meu nome e clayton tenho 30 anos e a 4 meses peguei essa tal doenca,,resumindo nesses 4 meses ja perdi 30 quilos e estou aprendendo a lidar com essa doenca,,o pior que sou um imigrante trabalho muito pesado e muitas horas na semana se continuar com essa dieta vou ficar um esqueleto rss,,sorte que estava acima do peso antes tinha 110 agora 80,,,mas se continuar assim daqui a pouco estarei com 30 sera se tem uma maneira de eu manter esse peso,,hoje como menos da metade que comia para evitar dor ,dentro da dieta zem santos vc poderia me dar uns conselhos afinal estou aprendendo a lidar com isso ,,estou praticamente nos primeiros passos vlw um forte abraco,,,,,

  4. Ola eu tenho 29 anos e hoje foi-me diagnosticado esta doença maravilhosa que nos consome com dores intestinais e nao nos deixa viver o dia-a-dia como já o vivemos anteriormente, já não me recordo de um dia sem dores. Apesar de so hoje ter ficado a saber finalmente o que tenho, já tenho estes sintomas ha anos. Eu tenho imensa coisa que evito comer porque os efeitos que como é dito por voces e bem, so se reflectem se nao no proprio dia, passados 2 ou 3 dias. O que torna dificil sabermos o que relamente devemos evitar. e acresce o facto de cada um de nós ser um caso diferente. Porem temos coisas em comum que devemos evitar. A mim espanta-me como a comida do mac não provoca sintomas mas la esta cada caso é um caso. Eu evito lactose, gorduras, coisas picantes, coisas acidas, alcool é mortifero, so trouxe uma coisa benéfica fez com que deixasse de fumar, o tabaco como o alccol provocam-me logo um mal estar, fico com gases, diarreia e chego quase a desmaiar. Eu estou a tomar salofalk 3 comprimidos por dia. Boas refeiçoes pra voces, e não se deixem abater, eu ja passei por uma depressao por causa desta doença do Sr Chron.

    • Somos todos diferentes, disso não há dúvidas. Vim agora do suduoeste, houve um dia em que bebi meia garrafa de Vodka, noutro foi mais de um litro de cerveja e a barriga não se queixou de nada, não sei porquê o álcool deixa-me a barriga boa, e nunca tenho ressacas (se bem que só muito raramente abuso).

      Quanto ao dia a dia não deveria ter uma visão tão negativista, eu neste momento tenho uma vida normal, sem dores mas regrada (quase vegetariano). Não tomo medicamentos nenhuns, só salofalk quando me dá na cabeça…

      Abraço e as melhoras
      Zé Miguel

  5. oi tenho 38 anos e ha 7 anos tenho essa doença e estou bastante debilitado pois nao consigo andar pra muito longe pois nao consigo
    hoje estou pesando 38quilos
    e muito ruim essa doença pois ela vai te matando aos poucos
    os medicamentos que estou tomanddo sao muitos fortes
    ha 15 dias que sinto muitas dores consatantes

  6. Tenho Doença de Cronh á mais de 20 anos mal diagnostica de inicio e muito mal acompanhada por médicos inexprientes o que me custou já 2 operações.
    A minha situção actual é já não ter mais intestino para”cortar” a proxima fico com o dito “saco”. Neste momento sou aconpanhada por um médico muito expriente e é o meu anjo da guarda. Ele sempre me falou que a alimentação é muito importante mas ensinou-me principalmente a ouvir onosso corpo porque nesta questão não há 2 organismos com reações exatamente iguais. Falou-me na lactose que de facto é a evitar o mais possivel o que hoje em dia é relativamente fácil pois há leite sem lactose, iogurtes sem lactose, queijo sem lactose, até natas sem lactose! o que á uns anos atrás era muito dificil de encontrar. Os ovos é outro problema pois em muitos casos se comem sem os cozinhar e nunca se matam as bactérias que poderam ter e “contaminar” o nosso intestino. Outro conselho que ele me deu foi não comer restos, isto é, a comida para nós tem de ser cozinha e comida na altura pois imediatamente sofre alteração após, sei lá, para aí uma hora após estar pronta e a uma pessoa sem a nossa doença não lhe fará mal algum enquanto que a nós fará pois as bactérias que apareceram nos faram mal. Ultrapacei este problema congelando toda a comida que me sobra( também a conselho do médico) pois era impensavél, pelo menos para mim, deitar tudo o que me sobrava no lixo! Só queria deixar aqui a minha expriencia pois de facto o que comemos faz TODA a diferença e cada um deve aprender a comer e a conhecer o seu intestino, e o que tolera comer, e o que não quer comer de todo… Força para todos!!
    Beijos!!!

  7. Experimento crown a 7 anos e até hoje não consegui identificar direito que alimentos me fazem mal. Sei apenas que momentos de grande stress me provocam dores absurdas. Já fiz cirurgia. já usei colostomia… enfim. Creio que cadas organismo deve responder de forma diferente a cada alimento. Se eu fosse fazer a dieta que a nutricionista me passou creio que pesaria 10 kilos…rsrs.
    Abç.

  8. Tenho a doença a uns 5 anos. Confesso que chocolate não me faz,leite gordurosos sim, outra coisa que me faz male comida muito temperada. Agora uma coisa que digo com muita certeza no meu caso e o stress como sou uma pessoa muito nervosa isso e como se fosse uma bomba para minha doença. Ja ptrrocurei todo tipo de coisa pra tentar mudar essa parte mais ta muito dificil.

  9. Olá!! tenho esse problema ha 4 anos mas não consigo me adaptar, os remedios me deixam mal sei la… o que faço?

    • O que devias fazer era falar com o teu médico.

      A segunda coisa que deves fazer é uma alimentação equilibrada, sem fritos, picantes, condimentos, misturas de hidratos de carbono (por exemplo batata+arroz) e acima de tudo descobrir quais os alimentos a que és intolerante e risca-los da dieta! Também é importante não abandonar por completo as fibras e a fruta.

  10. Olá
    Sou uma jovem de 26 anos com doença de Crohn, no intestino grosso, diagnosticada desde os 18 anos. Durante muito tempo não liguei muito a estar informada sobre a doença, excepto o essencial para sobreviver. No entanto, neste momento sinto cada vez mais necessidade de trocar ideias com outras pessoas com a mesma doença e por acaso encontrei este blog. Tenho imensas dúvidas sobre os medicamentos que tomo e a alimentação que tenho e sinto que o meu médico não me dá as respostas que preciso.
    Estava a ler este post sobre a alimentação e tenho a dizer que a minha alimentação tem muito mais restrições do que estas que aqui escreveste, o que me preocupa, pois, a longo prazo, tenho receio de ter outras complicações de saúde. Por exemplo, não posso ingerir nada que tenha lactose, o que suspeito que pode estar a influenciar os acesso de dores nas articulações que tenho quando o intestino destabiliza, estas dores são cada vez com maior frequência e demoram cada vez mais tempo a passar. Não espero que tenhas grandes soluções para estas questões, mas agradecia que talvez me pudesses indicar um médico ou apenas trocar algumas ideias.

    • As dores nas articulações não têm relação com a lactose. Nós (humanos) somos os únicos animais que bebem leite a vida toda, e para piorar nem sequer bebemos o leite da nossa espécie, bebemos o das outras… O leite não é nem de perto nem de longe fundamental para o teu desenvolvimento, tens é que ter uma alimentação equilibrada que te dê as vitaminas, nutrientes e afins nas doses correctas.

      Mas não querendo fugir do assunto, as dores de articulações fazem parte do pacote de quando se “adere” à doença. Quando se toma o Humira essas dores são completamente suprimidas. Agora não te posso dizer qual a causa ou solução, mas já ouvi dizer que isso mete os rins ao barulho, porque não tiram uma coisa qualquer do sangue que depois ataca as articulações. Pessoalmente nunca tive essas dores tirando um joelho que começa a doer quando corro muito.

      Qualquer dúvida que tenhas estou disponível ;) , também tenho messenger… Em último caso podemos falar em pessoa se quiseres. (Há um ano e meio atrás quando estive mesmo em baixo, porque tinha um abcesso de 4 cm na barriga, ajudou-me falar com um rapaz que tinha a doença). Entretanto ele piorou e eu depois de ser operado fiquei bom. Tenho tido uma alimentação muito controlada e acima de tudo vegetariana, faz sensivelmente um ano e um mês que não tomo qualquer medicamento a não ser vitaminas. Obviamente que vou tendo os meus altos e baixos e quando se come porcarias paga-se o preço.

      Fiz este blog para escrever a minha experiência a tomar o Humira, se quiseres podes ler tudo desde o primeiro post, já começa a ser uma leitura um pouco extensa, mas a parte inicial do blog é a mais interessante visto ser uma altura muito má da minha vida.

      Mas uma vez, estou disponível para qualquer pergunta.

      Um grande abraço e as melhoras ;)

  11. Acabei de ler essas informações achei mto interessante, descobri que tenho Crohn há unas 8 meses, faço o tratamento com Humira, mas msm o fato de não poder comer algumas coisas fico mto desanimada, mto triste, sou uma pessoa mto estressada e as vezes fico pior com o meu estress mas enfim estou lutando, mtas vezes tenho vontade de desistir de tudo comer tudo, desistir da medicação fico mto dolorida, inchada mas enfim continuo lutando e achei mto legal essas informações!!!!!!

    • Não sei como dar força, a ultima vez que comi de tudo sem problemas foi à 12 anos atrás. Não me lembro como é poder comer tudo, por isso acho que acabo por não sentir falta. Todos os doentes de Crohn cometem loucuras, todos comemos o que não devemos de vez em quando, uns mais que outros, faz parte da natureza humana (acho eu).

      Estar revoltada e stressada só piora a doença. A parte da revolta para mim é fácil, sou uma pessoa muito pacifista e pouco reactiva. O stress é o meu calcanhar de aquiles.

      Desejo-te as melhoras ;)

Os comentários estão fechados.